justino_edited_edited_edited.png

São Justino Maria Russolillo

Pai Fundador da Sociedade das Divinas Vocações

São Justino Maria Russolillo nasceu em Pianura, Nápoles (Itália), a 18 de janeiro de 1891, e aí morreu a 2 de agosto de 1955. Chamado por Deus a conduzir as pessoas à “Divina União” preparou-se para este grande ministério, com um estudo profundo, com o exercício das virtudes e com a catequese. Foi ordenado sacerdote a 20 de setembro de 1913, esforçou-se logo a fim de traduzir em atos o seu ideal vocacionista: a glória de Deus, por meio da santificação universal. Tudo compendiando num lema programático: “Glória, Amor, Voluntas Dei In Universo Mundo” (G.A.U.D.I.U.M.), ou seja, que a Glória o Amor, a Vontade de Deus reinem no Universo e no Mundo.

Era altamente estimado pelos seus contemporâneos por causa de sua, humildade, caridade e pelo incomparável ministério cotidiano da palavra divina; era procurado também por causa de seus conselhos e por suas sábias diretivas.

Nos anos seguintes à sua ordenação, mais especificamente a 30 de abril de 1914, ele deu início ao primeiro grupo dos vocacionistas, que interrompido com a Primeira Guerra Mundial.

Nomeado pároco de Pianura, a 5 de agosto de 1920, incrementou logo a vida da Congregação Masculina, chamada: “Sociedade das Divinas Vocações” (SDV); e, a 1º de fevereiro de 1921, escolheu para a vida comum um grupo de jovens mulheres, primícia da Congregação Feminina, chamada: “Irmãs das Divinas Vocações”.

Obteve a primeira aprovação Diocesana a 26 de maio de 1927 e, a 3 de janeiro de 1948, São Justino se valeu da proteção do Cardeal Lavitrano, com o Decreto Pontifício, para espalhar em outras partes do mundo o seu instituto, ramo masculino.

São Justino venerou profundamente a Sagrada Família e nutriu particular devoção à SS. Trindade e à Virgem Maria.

A canonização de São Justino se deu nos dias 15 de maio de 2022, no Vaticano, dia que o Papa Francisco o declarou santo, inscrevendo-o no catálogo dos santos e, também, estabelecendo que ele seja devotamente honrado, como os demais santos, pela santa Igreja. Os filhos e as filhas da “Sociedade das Divinas Vocações” as membras do Instituto das “Apóstolas da Santificação Universal” e todos aqueles que se beneficiaram das suas sábias diretivas olham para São Justino como aquele que precedeu os tempos e auguram a solícita glorificação na terra.

justino_edited.png

Faça Download do arquivo

003.png